Procure uma receita

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Espaguete com molho all' Amatriciana


Ganhei uma linda cesta de comidinhas e bebidinhas e fiquei pensando: o que poderia fazer de gostoso?  hehe

Aí lembrei de um espaguete que comi no Restaurante Andiamo muitos (mas muitos mesmo) anos atrás e fui procurar receitas na internet para saber como fazer o molho amatriciana.

Pesquisei a fundo e cheguei a entender um pouco da história desse molho.

De origem italiana, da cidade de Amatrice, é inspirado em outro molho famoso, o Gricia (por sua vez da cidade de Grisciano), que era feito pelos pastores que dispunham de poucos ingredientes, e nenhum deles era o tomate.
Sim, o Gricia é um molho para massas que não leva tomate.

Quando o tomate chegou à Europa, ele foi adicionado ao Gricia e tornou-se o Amatriciana.

Resolvi então fazer um espaguete all' Amatriciana mas tive que fazer algumas adaptações ao molho original, pois alguns ingredientes são muito caros ou não os encontramos aqui no Brasil. Por exemplo, o Guanciale, que substituí por bacon, e o queijo Pecorino, que não tinha à mão mas tinha um bom parmesão, daqueles bem duros por fora e macio por dentro.

E como a receita é italiana, cozinhamos em família, eu e minha filhota Rafaela que se divertiu muito.

Siga a receita abaixo e terá uma grande satisfação ao experimentar o aroma e o sabor deste tradicional molho italiano.







Ingredientes


  • 500gr de espaquete
  • 100gr de Guaciale (eu usei bacon)
  • 500gr de tomate pelado sem semente
  • 100gr de queijo Pecorino ralado (eu usei um bom parmessão ralado grosseiramente)
  • 1/2 copo de vinho branco
  • Pimenta do reino preta e vermelha triturada
  • Azeite
  • Sal a gosto 



Modo de preparo


Cozinhe o macarrão em uma panela grande, conforme instrução da embalagem.

Tire a casca (parte dura) do Guanciale ou do bacon, corte no sentido do comprimento em fatias finas e depois corte as fatias no sentido da largura para conseguir tirinhas de 0,5cm.
Se tiver um pilãozinho, amasse as sementes das pimentas, ou as compre já trituradas para ficar mais fácil.

Em uma frigideira grande, coloque um pouco de azeite (pouco, pois o Guanciale ou mesmo o bacon tem sua própria gordura) e as tirinhas e deixe dourar. Quando estiver dourado adicione as pimentas e misture. Adicione o vinho branco e deixe cozinhar até evaporar todo o álcool.
Retire da frigideira, escorra e guarde em um recipiente tampado para não esfriar e não ressecar.

Na mesma frigideira (sem limpá-la, para preservar a "memória" do Guanciale ou bacon), coloque os tomates pelados misturando ao molhinho que restou da mistura de vinho com a gordura e o azeite, e tempere com sal.
Cozinhe por uns 4 ou 5 minutos. Vai reduzir o molho, ficar mais grosso, mas não muito.

Adicione no molho as tirinhas de Guanciale ou bacon que estavam reservadas. Misture bem e deixe cozinhar por mais uns 2 ou 3 minutos.

Coloque metade do molho em uma travessa e cubra com o espaguete (já pronto e escorrido). Cubra com o restante do molho e misture.
Acrescente o queijo ralado e misture novamente.

Pronto, agora é só servir.
E se gostar muito de queijo pode adicionar mais queijo ralado sobre o espaguete já empratado.



Dicas: 

O Guanciale ou o bacon já são uma boa dose de proteína. O caboidrato vem da massa. Então eu servi com um ratatouille com alcachofra para equilibrar. Usei a mesma receita de ratatouille que já publiquei aqui


Rendimento: 5 porções

Tempo de preparo: 1 hora






domingo, 3 de setembro de 2017

Batatas à Portuguesa Gratinadas (falsa bacalhoada)


Esse prato eu aprendi com meu padrinho, quando era adolescente. 
Chamo de falsa bacalhoada, pois não leva bacalhau algum.  kkk

Quando aprendi fazíamos em uma panela no fogo e meu padrinho gostava de acrescentar rodelas de pimentão. Fica a dica.

Passei a fazer no forno e dei uma incrementada na "receita original".

Vai bem como entrada ou acompanhamento de alguma proteína, como carne assada.







Ingredientes


  • 30g de manteiga sem sal
  • 3 colheres de sopa de farinha de trigo
  • 500ml de leite integral
  • 1 pitada de noz moscada
  • 1 pitada de sal
  • 1 pitada de pimenta do reino
  • azeite de oliva
  • 2 cebolas médias em rodelas
  • 3 batatas médias cozidas em rodelas
  • 1 xícara de presunto ralado
  • 1½ xícara de muçarela ralado
  • 3 ovos cozidos em fatias
  • 1 xícara de queijo parmesão ralado
  • azeitonas pretas 
  • 1 colher de sopa de salsa picada (opcional, para decorar)



Modo de preparo


Lave, descasque e corte as batatas e a cebola em rodelas.
Coloque as rodelas de batatas para cozinhar em água quente com uma pitada de sal. Coloque as rodelas de cebola em uma vasilha com gelo e água para tirar o ácido da cebola.
Cozinhe os ovos (conte 10 minutos depois que começar a ferver) e corte em rodelas.
Em uma panela, derreter a manteiga, juntar a farinha e em seguida o leite, sempre mexendo até ficar um creme consistente. Temperar com uma pitada de noz moscada, sal e pimenta e reservar.
Aquecer uma frigideira grande/larga, regar com azeite e dourar a cebola.

Dispor as batatas em um refratário grande suficiente para fazer uma só camada de batatas, cobrir com o molho e, em seguida, com as rodelas de cebola.
Adicionar, nessa ordem, o presunto, a muçarela, os ovos, o parmesão e as azeitonas.


Levar ao forno preaquecido a 180 graus por aproximadamente 30 minutos ou até que o queijo esteja gratinado.

Salpicar a salsa picada antes de servir.



Dicas: 

Para cortar os ovos cozidos passe um pouco de azeite na faca e corte com um movimento rápido.
Cuidado com a noz moscada. Eu ralei em cima da panela e derrubei dentro do creme. Um desastre.


Rendimento: 6 porções

Tempo de preparo: 1 hora






domingo, 27 de agosto de 2017

Tomates confitados


Esse tomates confitados são ótimos. Comemos na casa dos nossos amigos Viviane e Evandro e fiquei com vontade de tentar fazer. 

Vai bem como aperitivo mas também como acompanhamento. Vai virar um coringa na nossa cozinha.

Use tomatinhos pequenos. Quanto menor, melhor parece ser o resultado.





Ingredientes

  • 400g de tomates pequenos (prefira o "cereja" ou o "grape")
  • 8 dentes de alho
  • 1/2 xícara de azeite bom
  • 1 pitada de sal
E se quiser incrementar o sabor:
  • 1 ramo de tomilho fresco
  • 1 ramo de alecrim fresco

Modo de preparo


Em um recipiente refratário deposite os tomatinhos bem lavados e os dentes de alho descascados e complete com o azeite, para que fiquem "boiando" no azeite.
Salpique o sal sobre os tomatinhos.

O recipiente deve ter tamanho suficiente para acomodar os tomates e o alho no fundo, sem sobrepor. Assim não há desperdício de azeite.
Se o fundo for maior, melhro colocar mais tomatinhos e não perder nada.

Leve ao forno à 200C por 30-40 minutos. Fique de olho na textura dos tomatinhos, quando começar a muchar deve estar bom para retirar do forno.

Enquanto os tomatinhos estão no forno, você pode desfolhar o tomilho e o alecrim e amassar em pilão de pedra. Se não tiver um pilão, pode usar um socador de caipirinha e uma vasinha de vidro resistente para amassar as folhas.
Depois que tirar os tomatinhos do forno salpique as folhas amassadas sobre eles e mexa (comcuidado porque estará muito quente) para misturar no azeite.

Dica: o molho de azeite e especiarias pode ser armazenado e depois usado em uma saladinha.


Rendimento: 1 porção aperitivo

Tempo de preparo: 45 minutos



domingo, 20 de agosto de 2017

Suflé de Doce de Leite


Dia chuvoso, ficamos em casa e resolvi voltar a cozinhar.
Preparei algumas coisinhas hoje, mas vou postar aos poucos.
Começando pelo Suflé de Doce de Leite que comemos no Spot ano passado. Gostamos muito e ficou na caderneta a lembrança de tentar fazer em casa.

E deu super certo.

Aí vai a receita que fiz.





Ingredientes

  • 400g de doce de leite tradicional
  • 7 colheres de sopa de manteiga sem sal
  • 6 gemas de ovos
  • 5 claras de ovos
  • 7 colheres de sopa de açúcar

Modo de preparo


Aqueça em banho-maria o doce de leite com a manteiga sem sal, mexendo devagar, até que a manteiga derreta completamente.
Deixe esfriar. Enquanto isso coloque as claras na batereira e bata em neve. As gemas devem ser batidas com o açúcar até formar um creme (usei uma espátula).
Misture o doce de leite e as claras em neve suavemente. Depois misture o creme de gemas.

Unte 8 ramequins (pequenos) com manteiga sem sal e os encha até 3/4 do volume com a mistura e leve ao forno a 200C por 15 a 20 minutos (fique de olho e retire quando crescer).



Rendimento: 8 porções

Tempo de preparo: 40 minutos



domingo, 25 de janeiro de 2015

Shitake e cebola no molho de mostarda e mel


Férias são ótimas para divertir-se com a família e - por que não? - comer bem.

Esta entradinha de shitake com cebola nós - Dani e eu - comemos no Espaço Lampião, em Pipa-RN e nos apaixonamos. E claro reproduzimos em casa.

Não foi difícil reproduzir. A textura do shitake misturado ao sabor do molho de mostarda e mel vale o trabalho.
Só faltou mesmo o visual de Pipa que tinhamos do deck acolhedor onde almoçamos.

Mas experimente fazer com calma e disfrute com alegria.




Ingredientes

Para o shitake com cebola
  • 300g de cogumelos shitake
  • 1 cebola média
  • 4 colheres de sopa de molho shoyu
  • 2 colheres de sopa de manteiga sem sal
  • suco de limão (use um pouco do que será usado no molho)
  • Azeite
Para o molho


  • 4 colheres de sopa de mel
  • 2 colheres de sopa de mostarda original (aquela que vem com as sementinhas)
  • suco de 1 limão espremido
  • Azeite
  • Sal e pimenta do reino à gosto


Modo de preparo

Do shitake com cebola

Geralmente o shitake comprado em supermercado - naquelas bandeijinhas - já estão limpo. Mas se não for comprado assim, lave os cogumelos com água corrente e seque com papel toalha. Não prepare os cogumelos molhados.
Corte os cogumelos em tiras finas (veja nas fotos).
Corte a cebola em fatias como se fossem gomos de laranja, mas não grossos (veja nas fotos).
Em uma frigideira grande coloque um fio de azeite, deixe esquentar e coloque as cebolas. Mexa bem para que se misturem e absorvam o azeite. Em seguida coloque a manteiga e novamente mexa bem. Deixe dorar.
Acrescente o shitake e mexa para misturar com a cebola. Acrescente metade do shoyo e continue misturando. Quando estiver secando acrescente o restante do shoyo e continue mexendo até secar. Cuidado para não deixar grudar no fundo da frigideira.
Finalize com algumas gotas de suco de limão e dê uma última mexida.

Do molho

Em um recipiente coloque a mostarda e o mel e misture. Depois acrescente azeite e suco de limão e misture. A quantidade do azeite e do suco de limão vai depender do seu gosto. Vá acrescentando, misturando e experimentando.
Tempere com sal e pimenta à gosto.




Rendimento: 2 porções

Tempo de preparo: 30 minutos



terça-feira, 7 de outubro de 2014

Hamburguer recheado de cubos de mussarela sobre cama de batata cozida rodeado de castanhas de cajú



Já postei aqui a receita do filé de tilápia sobre cama de abobrinha e pimentões refogados coberto com alfafa e pimenta biquinho e rodeado de castanha de cajú.
Mas quando fiz esse prato tive também que fazer uma opção para quem não come peixe e improvisei com um hamburguer recheado com queijo que ficou fantástico de sabor.




 


Ingredientes



  • 1 batata
  • alfafa
  • 300gr de carne moida
  • 100gr de mussarela (pedaço)
  • manteiga
  • castanha de cajú (prefira ao natural, sem sal)
  • azeite
  • sal
  • pimenta do reino



Modo de preparo



Lave bem a batata e a alfafa. 
Descasque a batata. Corte em fatias não muito grossas (com uns 5mm de espessura).
Coloque água em uma panela e ponha a batata para cozinhar por uns 15 minutos.
Corte a mussarela em cubinhos.
Em uma tigela, misture a carne com a mussarela, tempere com sal e pimenta do reino.
Faça uma bola com a carne e achate para ficar no formato de um hamburguer. Tenha cuidado para que os cubos de mussarela fiquem no interior do hamburguer. Se ficar de fora, empurre com o dedo para o centro e feche o buraco com carne.
Em uma frigideira (antiaderente de preferência), coloque a manteiga 
Aqueça em fogo médio e sele o hamburguer dos dois lados. Use um pegador para virar o hamburguer e não ter que furá-lo, e assim não derramará a mussarela.



Montagem do prato



Coloque a batata no fundo do prato para formar uma base. Regue com azeite. Ajeite o hamburguer sobre a batata. Coloque um punhado de alfafa sobre o hamburguer e finalize espalhando as castanhas ao redor.
Sirva quente.



Dicas

  • Use um pegador para virar ohamburguer. Um garfo irá furá-lo e poderá rompê-lo e derramar a mussarela derretida.


Rendimento: 1 porção
Tempo de preparo: 30 minutos






sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Risoto de laranja pera



Minha esposa Daniela adora risotos.
Ela pediu um risoto de limão, que se faz com limão siciliano.
Mas como não encontramos o limão siciliano resolvi adaptar e fazer um risoto de laranja pera. Bem suave e com um aroma maravilhoso.

A dica de servir com a casca de laranja cortada bem miudinha peguei em um site de receitas. Realçou o sabor e deu um toque rústico e crocante.

Ela adorou!






 


Ingredientes



    • 400g arroz para risoto
    • 1 laranja pera (250gr)
    • 40gr queijo parmesão
    • 100gr de manteiga
    • 80 ml vinho branco seco
    • 1 tablete de caldo de legumes



    Modo de preparo



    Descasque a laranja (sem remover a parte branca). Corte a casca em pedaços bem pequenos, do tamanho dos grãos do arroz.
    Esprema a laranja e reserve o suco, tomando cuidado para retirar as sementes. Dissolva o tablete de caldo de legumes em 1,5 lt de água quente.

    Coloque metade da manteiga em uma panela e acrescente o arroz. Deixe tostar por 3 a 4 minutos, sempre mexendo.
    Coloque o vinho branco e deixe evaporar, continue mexendo. Acrescente o suco da laranja e deixe absorver, de tempos em tempos coloque um pouco de caldo de legumes até que o arroz cozinhe (aproximadamente 15 a 20 minutos), sempre mexendo.

    O risoto deve ficar cremoso e ondulado.

    Retire do fogo e acrescente o restante da manteiga, o queijo parmesão e deixe derreter enquanto mistura suavemente.

    Sirva e coloque por cima a casca de laranja picadinha (sem exagero).





    Dicas

    • Use um descascador de legumes para descascar a laranja sem remover a parte branca;
    • Use uma faca meia-lua para cortar a casca da laranja bem miudinha;
    • Vai bem com o frango teriyaki já publicado aqui.


    Rendimento: 4 porções 
    Tempo de preparo: 35 minutos